VIVER EM PORTUGAL



Inesquecível, incomparável



Com uma identidade cultural distinta, fruto de séculos de história, Portugal oferece uma experiência de vida, única.
A alma portuguesa é espelhada na excelência da sua culinária, condimentada com as melhores especiarias do mundo, nas praias de areia branca e águas cristalinas, e claro, numa ardente paixão pelo futebol.
Portugal tem um elevado padrão de qualidade de vida, sendo um dos países mais seguros do mundo e com um custo de vida abaixo da média europeia.



Produzido por Nick Vinken

Obrigado Portugal

““A gentileza humana parece ter feito seu último reduto em Portugal... É um povo que não levanta a voz, e ninguém pense que por covardia, mas por uma boa educação instintiva e um senso de afetividade...Eu confesso que depois desta minha última viagem, e de um contato intermitente de três meses com sua gente, Portugal seria o único país da Europa onde eu poderia viver fora do Brasil...””

*(Texto de Vinícius de Morais, publicado em 31/12/1969, no Jornal do Brasil, Rio de Janeiro)

Obrigado Portugal

“A gentileza humana parece ter feito seu último reduto em Portugal... É um povo que não levanta a voz, e ninguém pense que por covardia, mas por uma boa educação instintiva e um senso de afetividade...Eu confesso que depois desta minha última viagem, e de um contato intermitente de três meses com sua gente, Portugal seria o único país da Europa onde eu poderia viver fora do Brasil...”

*(Texto de Vinícius de Morais, publicado em 31/12/1969, no Jornal do Brasil, Rio de Janeiro)

Obrigado Portugal

“A gentileza humana parece ter feito seu último reduto em Portugal... É um povo que não levanta a voz, e ninguém pense que por covardia, mas por uma boa educação instintiva e um senso de afetividade...Eu confesso que depois desta minha última viagem, e de um contato intermitente de três meses com sua gente, Portugal seria o único país da Europa onde eu poderia viver fora do Brasil...”

*(Texto de Vinícius de Morais, publicado em 31/12/1969, no Jornal do Brasil, Rio de Janeiro)

Obrigado Portugal

“A gentileza humana parece ter feito seu último reduto em Portugal... É um povo que não levanta a voz, e ninguém pense que por covardia, mas por uma boa educação instintiva e um senso de afetividade...Eu confesso que depois desta minha última viagem, e de um contato intermitente de três meses com sua gente, Portugal seria o único país da Europa onde eu poderia viver fora do Brasil...”

*(Texto de Vinícius de Morais, publicado em 31/12/1969, no Jornal do Brasil, Rio de Janeiro)